quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

De regresso a casa

Ontem dia 28 de Dezembro de 2016, o meu pai teve alta do hospital e já está em casa.
Desejo que tão cedo não volte a adoecer.
Seja bem vindo.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Natal

Este ano até estava um pouco mais inspirada para viver o Natal, mas a vida pregou-me uma rasteira e o Natal perdeu parte do encanto e foi passado a correr e sem tempo para o disfrutar.
O meu pai está internado desde segunda-feira com uma pneumonia. Eu estive de férias e passei os dias no hospital. Na véspera de Natal fui desejar bom Natal à família do meu marido e fui para o hospital ter com os meus pais e no dia fiz o almoço e lá fomos para o hospital.
E o meu pai estava triste porque na sua cabeça preparou o Natal e depois foi isto...
Foi o primeiro natal que passei em minha casa, costuma ser na casa da minha mãe ou dos meus sogros.
Neste momento, o meu maior presente e desejo de Natal era o meu pai ficar bom e vir para casa.
E, ontem, quando arranjava as coisas para vir hoje trabalhar a minha filha queria saber porque não podia ficar com ela em casa (o meu coração ficou pequenino).
Até as expetativas da minha princesa de passar os dias com a mãe ter colo e muito mimo ficaram goradas. 
Venha o próximo.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

O mais triste é estar acompanhada e sentir que estou a caminhar sozinha e em direção oposta.

Saudade

E quando as pessoas partem cedo demais, fica uma saudade que parece não ter fim.
Se estivesses entre nós hoje seria dia de festa, assim fica um sentimento de tristeza e de muita saudade.
Parabéns! Espero que estejas no céu porque tu mereces.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Fim-de-semana

Aí vem mais um fim-de-semana. Os fins- de- semana deveriam ser para descansar, dormir, passear, estar com a família e relaxar. Mas os meus não são assim. Passo-os a trabalhar. A tratar das coisas em casa, arrumar a casa, pôr a máquina a lavar, estender, apanhar e a passar roupa e quando acabo em minha casa tenho de ir para a da minha mãe.
Estou cansada e farta dos meus fins- de- semana. Eu sei que depende só de mim...  

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

10 Anos

E quando acordou fui-lhe dar um beijo e um abraço. Deitei-me um bocadinho na cama dela para dar miminhos (privilégios de quem faz anos).
Mamã, hoje faço duas mãos, são dez anos. E um sorriso de orelha a orelha.
Parabéns meu amor que continues sempre feliz e com o sorriso estampado no rosto.

5.ºAno

E começou uma nova etapa na vida da minha filha. Ontem, teve a apresentação com a Diretora de turma e hoje começam as aulas.
Estava toda entusiasmada a preparar a mochila, a verificar se levava todo o material e tinha que levar o horário para saber em que salas ia ter as aulas.
A felicidade estampada no rosto.